Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Notícias

Ponte da Cabeçuda: obra terá dois mil metros de extensão e 13 de altura

Postada em 11/09/2010

Compartilhar:

Foto Notícia
Nesta segunda-feira, dia 13, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá assinar o edital de licitação da ponte de Cabeçuda, em Laguna.

O ato será no trecho da BR-101 em Criciúma, às 11h.

No dia 2 deste mês, o Ibama autorizou a primeira licença ambiental da ponte.

A obra terá 2.626 metros de extensão e será suspensa por cabos, chamada tecnicamente de estaiada. O trecho é dividido em dois lotes, o da ponte e o trecho terrestre, da duplicação de pista.

O valor da obra da ponte está previsto em
R$ 605.452.000,00.

Dando acesso à ponte, será construído um viaduto totalmente montado sobre pilares.

O representante do consórcio Iguatemi/Engevix, responsável pelo projeto, engenheiro Manoel Francisco Simon, representantes do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit), realizaram uma audiência pública na localidade de Cabeçuda no ano de 2007.

“Não queremos criar aqueles muros de terra armada, que praticamente isolam comunidades”, observou Simon na época sugerindo, no vão que irá se formar naquele local, a criação de um jardim. O viaduto vai contar com 455 metros de extensão.

O vão central terá 200 metros de largura, e os outros dois laterais, 100 metros cada. “A rodovia atual será mantida, e vai servir como uma espécie de via local para os moradores de Laranjeiras e Cabeçuda”, disse o engenheiro para a comunidade.

O viaduto que dará acesso à ponte irá começar nas proximidades do posto Lagoa e irá subir até 13 metros e também na região de Laranjeiras ( sentido norte – sul ).
A ponte estaida ficará poucos metros da atual na parte direita (sentido sul – norte).

O que é uma ponte estaiada ?

É um tipo de ponte suspensa por cabos constituída de um ou mais mastros, de onde partem cabos de sustentação para os tabuleiros da ponte.

A ponte estaiada costuma ser a solução intermediária ideal entre uma ponte fixa e uma ponte pênsil em casos onde uma ponte fixa iria requerer uma estrutura de suporte muito maior, enquanto uma pênsil necessitaria maior elaboração de cabos.

Matéria elaborada com matérias de arquivo do Jornal Diário do Sul e clipagem do Dnit.

Fonte: Prefeitura Municipal de Laguna

Mais notícias

Ver todos