PM é acionada após tumulto em prédio no Centro Histórico

PM é acionada após tumulto em prédio no Centro Histórico

1846
3
Compartilhar
Foto: Divulgação

Um tumulto na rua Raulino Horn, no Centro Histórico de Laguna, chamou a atenção de quem passava pela via no começo da tarde desta terça, 25. A confusão teve início pouco depois das 13h30, quando o proprietário de um estabelecimento comercial chamou a Polícia Militar via Central Regional de Emergências (CRE), pois as moradoras do primeiro piso do prédio onde se localiza a loja do empresário, estavam colocando música em volume altíssimo.

“Elas vem há dois meses fazendo uso de drogas, colocando som alto em horário de comércio”, explica o proprietário do estabelecimento. O empresário conta que chegava para trabalhar quando as jovens estavam fazendo gestos obscenos para os pedestres.

Ao chegar no local, a guarnição da PM pediu às duas estudantes, de 23 anos, para que fossem baixado o som, o que não foi cumprido. “Esta ordem, de acordo com os policiais, foi recusada, e diante disso os policiais solicitaram que elas abrissem as portas e ouve novamente uma recusa e os policiais tiveram de fazer uso da força necessária para romper a porta. Entrando no local, deram voz de prisão às mulheres e apreenderam o equipamento de som”, comenta o capitão Marcelo de Oliveira, da Polícia Militar de Laguna.

Segundo o policial, essa entrada na residência é permitida quando há flagrante de crime. Informações oficiais apontaram que foram encontrados dois cigarros de maconha na residência.

As duas estudantes foram levadas à delegacia de Polícia Civil de Laguna, onde foram feitos os procedimentos cabíveis. Agora à noite, a delegada responsável pelo registro do auto de prisão em flagrante, Carolina Guedes Quintana, informou à nossa equipe que as jovens serão encaminhadas ao Presídio Feminino de Tubarão e que já foi feito o envio do processo ao fórum da comarca.

Elas foram presas por “pertubação do sossego alheio, crimes de injúria, desacato e resistência em desfavor de uma delas”, informa a delegada. Uma das envolvidas teve fiança arbitrada, porém não houve pagamento. A reportagem da 91,5 FM Difusora, tentou contato com as jovens detidas, mas não obteve sucesso até o fechamento da matéria.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

3 COMENTÁRIOS

  1. Isso mesmo vem de fora desrespeitar o pessoal da nossa cidade. Ta pensando que aqui fica barato por ser uma cidade pequena. Duas noiada cachaceira..

  2. Excelente o trabalho da PM de Laguna! Todos os dias leio as matérias da Difusora e venho acompanhando o ótimo trabalho desempenhado pela Polícia Militar de Laguna, estão de Parabéns. Pessoas que vem de outra cidade, fazer baderna na nossa cidade tem que colocar pra correr.

DEIXE UMA RESPOSTA